Scientific Culture and the Origins of the First Industrial Revolution

Resumo

O artigo analisa o papel da cultura científica na primeira revolução industrial baseado em uma pesquisa feita na Grã-Bretanha, França e Países Baixos. O seu argumento enfatiza a base do conhecimento acessível aos primeiros empresários industriais e engenheiros, uma base que casa conceitos e aplicações que se aproximam do que hoje é conhecido como engenharia. Esta era a ciência praticada na época, base da tradição newtoniana desde Desaguliers até Dalton. O argumento conta com fontes publicadas e manuscritas de Birmingham, Manchester e Leeds. O autor disputa o modelo de “curioso semiliterário” da primeira atividade industrial em tecnologia de força e suporta argumentos atuais da História Econômica, como os de Joel Mokyr, quem tem se baseado em trabalhos anteriores por esta autora.

PDF (English)